A nossa Pêra Rocha
A nossa Pêra Rocha

A nossa Pêra Rocha enrolada em guardanapo Extrafrutas

ORIGEM: Portugal

FORMA: Variável, sendo predominante as formas redondo ovada, redonda piriforme, piriforme ovada e oblonga piriforme

PEDÚNCULO: Médio, entre 28 a 33mm

CAREPA: Qualquer que seja o formato da Pêra Rocha do Oeste, a carepa está sempre presente, variando a sua percentagem e concentração conforme as condições climatéricas do ano

SUPERFÍCIE: Lisa

COR DA EPIDERME: Amarela e/ou verde claro, por vezes apresenta uma mancha tenuamente rosada, do lado exposto ao sol

CALIBRE MÉDIO: 60/65mm, tendo um peso médio de 130g

POLPA: De cor branca, macia-fundente, granulosa, doce, sumarenta. Muito sucosa e de perfume ligeiramente acentuado

CONSERVAÇÃO: Possui um poder de conservação excelente

Sabor Único

A Pêra Rocha

Como comer uma Pêra Rocha

Não confunda qualidade com tamanho. São duas características distintas. A Pêra Rocha é um fruto pequeno. Se gostar de fruta crocante, deverá comprar frutos de menor calibre. As peras maiores são, em geral, mais fundentes.

 

A Pêra Rocha pode ser comida das mais diversas formas:

  • Crocante ou fundente: quando está mais verde a Rocha é crocante, podendo ser comida à mão. Quando está mais madura, adquire um tom mais amarelo tornando-se mais doce, macia e sumarenta (fundente). Por norma os jovens preferem as pêras crocantes, e os adultos preferem frutos fundentes, com mais sumo e sabor;

  • Esta pera portuguesa pode ser comida com casca ou sem casca. Depois de lavada, a Pêra Rocha é muito dietética quando comida com casca;

  • À mão, ou com faca e garfo;

  • Alguns consumidores preferem deliciar-se com uma Pêra Rocha à temperatura ambiente, outros preferem consumi-la refrigerada;

  • Em saladas, em sandes, em bolos ou doces, em yogurtes, como acompanhamento de diversos pratos (especialmente de caça) ou como peça de fruta.

 

 

Como conservar uma Pêra Rocha
  • Se pretende consumir de imediato deve colocar a pera na fruteira;

  • Se não deseja comer a pêra de imediato, deve guardá-la no frigorífico, na prateleira inferior, dentro da gaveta de frutas e vegetais;

  • Se pretende conservar durante um período longo (superior a 10 dias) não deve misturar pêras com outros frutos, tais como, bananas ou kiwis, que aceleram a maturação das outras frutas.